Última hora

Última hora

Corrida às armas nos Estados Unidos

Em leitura:

Corrida às armas nos Estados Unidos

Tamanho do texto Aa Aa

Começou a corrida às armas nos Estados Unidos.

A intenção do presidente norte-americano alterar a legislação sobre a venda e posse de armas no país fez disparar a procura.

Quem se dedica ao negócio fala em vendas recorde. As armas automáticas e as de maior calibre são as mais procuradas.

“As pessoas têm medo de perder os direitos adquiridos com a segunda emenda constitucional. Por isso, estão a comprar armas. Para se protegerem caso Barack Obama introduza alterações na lei” afirma um vendedor de armas.

As propostas para reformular a lei ainda estão a ser estudadas. Mas de acordo com a imprensa norte-americana o grupo de trabalho liderado pelo vice-presidente, Joe Biden, vai rever toda a legislação.

Em cima da mesa está a criação de uma base de dados nacional sobre a venda de armas e um maior controlo dos potenciais compradores. Os filmes e videojogos mais violentos estarão, também, na mira deste grupo de trabalho.

O Congresso tem a palavra final, mas o consenso político não se adivinha fácil.

Os democratas apelam à memória dos republicanos, a poucos dias de se completar um mês sobre o massacre na escola de Newtown.