Última hora

Última hora

Governo britânico assinala meio-mandato

Em leitura:

Governo britânico assinala meio-mandato

Tamanho do texto Aa Aa

O governo britânico encontra-se a meio do mandato de cinco anos e assinalou o momento com um documento de 46 páginas no qual são discriminados os objetivos já alcançados e as metas ainda por cumprir até maio de 2015. Este é o primeiro governo de coligação no país desde a Segunda Guerra Mundial.

“A Grã-Bretanha está numa corrida global e este é um momento-chave para países como o nosso. Alguns países vão afundar-se, outros vão nadar. Para sermos bem-sucedidos temos de tomar decisões difíceis que nos vão permitir competir e prosperar. Agora, é claro o caminho não será fácil, tem havido sempre assuntos em que não estamos de acordo e sem dúvida que vão haver muitos mais nos próximos meses” – explicou o primeiro-ministro, o conservador David Cameron.

O número dois do governo, o liberal-democrata Nick Clegg, sublinhou a capacidade dos dois partidos em ultrapassar as diferenças em nome do interesse nacional e apontou exemplos noutros países onde o mesmo não sucede: “vejam o que aconteceu em Washington na semana passada, olhem para o falhanço de alguns governos europeus que não reuniram a coragem suficiente para resolver os problemas económicos rapidamente.”

Apesar das diferenças em questões como a política europeia ou a reforma do sistema político, os dois dirigentes cerram fileiras para tentar reconquistar eleitorado. As sondagens atuais dariam uma vitória aos trabalhistas e os liberais-democratas seriam varridos do mapa político.