Última hora

Última hora

Venezuela: Oposição exige respeito da constituição na ausência de Chávez

Em leitura:

Venezuela: Oposição exige respeito da constituição na ausência de Chávez

Tamanho do texto Aa Aa

A dois dias da tomada de posse oficial enquanto presidente da República Bolivariana da Venezuela, Hugo Chávez continua em Cuba, onde foi internado no início de dezembro. Segundo os rumores, o presidente eleito da Venezuela não tomará posse.

Mas Henrique Capriles, o líder da oposição, e candidato derrotado nas eleições de outubro, exige transparência e uma posição oficial, por parte do governo: “Que os membros do governo tenham a coragem de dizer a verdade aos venezuelanos. Que lhes digam: ‘dentro de 48 horas, o presidente da República não pode apresentar-se’, ou, ‘o presidente está em tal estado’ ou ainda ‘não é possível falar com ele’. Nesse caso, digo a todos que a resposta está aqui, na Constituição.”

Enquanto os venezuelanos rezam pela saúde de Chávez, a oposição apela à constituição. A lei máxima da Venezuela prevê que, na ausência do presidente eleito, seja o presidente da Assembleia a tomar posse, com a missão de convocar novas eleições.

O vice-presidente e sucessor designado de Chávez, Nicolás Maduro, por seu lado, defende que o presidente eleito poderá tomar posse assim que o seu estado de saúde o permita e que a cerimónia de 10 de janeiro é apenas um “pró-forma”.