Última hora

Última hora

Aumenta a tensão na região de Caxemira

Em leitura:

Aumenta a tensão na região de Caxemira

Tamanho do texto Aa Aa

A Índia convocou o embaixador paquistanês para pedir explicações sobre a morte de dois soldados na região de Caxemira.

Nova Deli acusa as tropas de Islamabad de terem entrado em território indiano e de violarem o cessar-fogo em vigor desde 2003.

O exército Paquistanês nega as acusações.
O incidente na região de Caxemira faz manchete na imprensa indiana.

Um dos soldados terá sido decapitado. População e governo não se conformam.

“A ação do exército paquistanês é uma provocação.
O que fizeram aos corpos dos soldados indianos é inumano” afirma o ministro da Defesa, Arackaparambil Kurien Antony.

A região de Caxemira reivindicada e controlada pelos dois países já provocou duas guerras.
Reconhecida internacionalmente a fronteira – conhecida por Linha de Controlo – é patrulhada por soldados paquistaneses e indianos, mas os incidentes são frequentes.

Os analistas não excluem a hipótese do mais recente tiroteio ter sido provocado por grupos radicais islâmicos. Uma possibilidade que poderia explicar a decapitação.