Última hora

Última hora

Síria: recurso a mísseis balísticos mais frequente

Em leitura:

Síria: recurso a mísseis balísticos mais frequente

Tamanho do texto Aa Aa

A Aliança Atlântica voltou a detetar o lançamento mísseis balísticos de curto-alcance em território sírio.

Uma situação que de acordo com um responsável da NATO se está a tornar cada vez mais frequente.
Desde o início de dezembro terão sido lançados mais de uma dezena.

Os mísseis estarão a ser usados nas regiões de Alepo, no norte, e Idlib, noroeste da Síria com o objetivo de travar o avanço da oposição a Bashar Al-Assad.

A utilização deste tipo de armas imputadas ao regime levou a NATO a enviar mísseis terra-ar Patriot para a Turquia. Uma operação com caráter defensivo a pedido de Ancara e que inclui, ainda, a instalação de seis baterias no sul do país.

À medida que o tempo passa outras guerras como a fome e o frio ganham força. Neste campo de refugiados em Idlib falta água, gás e comida e várias pessoas já morreram.

Dentro e fora do país, multiplicam-se os apelos aos donativos para assistir milhares de deslocados.