Última hora

Última hora

Venezuela: festa popular em vez de investidura de Chávez

Em leitura:

Venezuela: festa popular em vez de investidura de Chávez

Tamanho do texto Aa Aa

Hugo Chávez continua hospitalizado em Cuba e, portanto, não comparece hoje em Caracas para prestar juramento para um novo mandato como presidente da Venezuela.

Ontem, o Supremo Tribunal alinhou-se com a estratégia do governo, validando o atraso da cerimónia de investidura, algo inédito no país.

A juíza que preside à máxima instância, Luisa Morales, explicou que sabe que “o juramento é necessário e vai sem dúvidas ter lugar. Mas, de momento, não é possível dizer quando, nem como será investido o presidente”.

O Supremo Tribunal rejeitou ainda o envio de uma comissão médica a Havana para avaliar o estado de saúde de Chávez, como exigia a oposição.

O líder opositor Henrique Capriles diz que a instância “decidiu resolver o problema do partido do governo”.

Em lugar da investidura, haverá hoje uma grande festa popular, que contará nomeadamente com a presença dos presidentes da Bolívia, da Nicarágua e do Uruguai.