Última hora

Última hora

A última 'jam session' de Claude Nobs

Em leitura:

A última 'jam session' de Claude Nobs

Tamanho do texto Aa Aa

Faleceu o fundador do Festival de Jazz de Montreux. Claude Nobs tinha 76 anos e estava em estado de coma, no hospital de Lausana, na Suíça, após uma queda, a 24 de dezembro, quando esquiva em Caux, uma estância de desporto de inverno um pouco mais acima de Montreux.

O ministro suíço da Cultura, Alain Berset, prestou homenagem a este tocador de harmónica que começou por ser cozinheiro: “É uma grande personalidade da música que se perde, um homem apaixonado. E penso que essa paixão pela música tornou possível este pequeno milagre do lago Leman.”

Claude Nobs fundou o Festival de Jazz de Montreux em 1967. A primeira edição durou apenas três dias e, ao longo dos anos, o festival ganhou uma dimensão internacional.

Por Montreux passaram grandes nomes do jazz e da pop, como Ella Fitzgerald, Miles Davis, Ray Charles ou Freddy Mercury.

A organização do Festival publicou no site, uma mensagem de homenagem a Claude Nobs: “Partiste de surpresa, como para nos lembrares que na vida, como na música, cada ‘jam session’ pode ser a última”.