Última hora

Última hora

Checos escolhem sucessor de Vaclav Klaus

Em leitura:

Checos escolhem sucessor de Vaclav Klaus

Tamanho do texto Aa Aa

Os checos começaram, esta sexta-feira, a escolher o próximo presidente da República, pela primeira vez, por sufrágio universal direto.

Acaba assim a era Vaclav Klaus, que marcou uma década de euroceticismo e fez da República Checa o “Circo de Praga” – como passou a ser conhecida nos meios diplomáticos.

Os eleitores, deste país de 10 milhões de habitantes, têm dois dias para escolher entre nove candidatos. Tudo indica que haverá uma segunda volta, a 25 e 26 de janeiro, provavelmente entre dois antigos primeiros-ministros: o social-democrata Milos Zeman e o centrista Jan Fischer.

Três mulheres concorrem igualmente ao cargo, mas com poucas hipóteses de ganhar.

A colorir a campanha e o debate eleitorais, esteve Vladimir Franz, um compositor e professor de arte tatuado da cabeça aos pés, a quem as sondagens colocam entre o terceiro e o sexto lugares.

O próximo presidente será o terceiro – após Vaclav Havel e Vaclac Klaus – desde a independência da República Checa, em 1993.