Última hora

Última hora

França intensifica operação no norte do Mali

Em leitura:

França intensifica operação no norte do Mali

Tamanho do texto Aa Aa

Dois aviões de carga da Força Aérea Britânica viajam hoje em direção ao Mali. Segundo Paris, os Estados Unidos e outros países europeus vão também oferecer apoio logístico à ofensiva francesa contra os rebeldes islamitas.

O Conselho de Segurança da ONU reúne-se hoje a pedido de Paris.

A aviação francesa bombardeou este domingo, pela primeira vez, posições no interior do território controlado pelos islamitas, no norte do Mali.

Questionado sobre a duração da intervenção, o chefe da diplomacia francesa disse que “é uma questão de semanas”. Laurent Fabius afirmou que os militares franceses “podem voltar, mas não têm intenções de ficar indefinidamente”.

O ministro francês da Defesa sublinhou, por seu lado, que sem a operação lançada na sexta-feira a pedido das autoridades do Mali, os rebeldes poderiam ter chegado à capital em poucos dias.

Nas ruas de Bamako, uma residente felicita a França “por ter vindo ajudar [o Mali] no seu combate” e espera que “continuem até que o norte seja libertado”.

A França quer que a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental acelere o envio dos 3300 militares destinados à reconquista do norte. Segundo o ministro da Integração Africana da Costa do Marfim, os primeiros soldados começarão a chegar nos próximos dias.