Última hora

Última hora

Mali: A segurança dos franceses em Bamaco

Em leitura:

Mali: A segurança dos franceses em Bamaco

Tamanho do texto Aa Aa

Em Bamaco, a capital do Mali, os estudantes regressaram hoje às aulas.

As escolas estavam encerradas desde quarta-feira, após manifestantes terem protestado contra o avanço dos rebeldes no centro do país.

Em Bamaco vivem cerca de seis mil cidadãos franceses, dos quais só alguns abandonaram a cidade por questões de segurança.

A intervenção das forças armadas francesas para suster o avanço dos rebeldes em direção à capital, trouxe alguma tranquilidade.

“Estamos sempre nesta ânsia permanente. Há muita angústia e incerteza. Não se sabe o que vai acontecer. Esperamos que agora que a intervenção começou as coisas entrem rapidamente na ordem”, disse a dona de um restaurante.

Contudo o liceu francês em Bamaco, não reabriu com receio de eventuais raptos ou ataques contra a comunidade francesa da cidade.

Três oficiais da Força de Intervenção da Gendarmeria Nacional foram enviados ao local para avaliar as eventuais falhas na segurança do edifício.