Última hora

Última hora

EUA: Nova Iorque impõe as mais duras restrições às armas de assalto

Em leitura:

EUA: Nova Iorque impõe as mais duras restrições às armas de assalto

Tamanho do texto Aa Aa

Pouco antes de Barack Obama apresentar os detalhes de um amplo plano para reduzir a violência relacionada com armas de fogo nos EUA, Nova Iorque está prestes a ser o primeiro Estado a endurecer fortemente a lei sobre o controlo da venda e posse de armas de assalto.

O Senado daquele Estado anunciou ter aprovado por uma margem de 43 votos contra 18, aquelas que são consideradas as mais duras medidas contra a posse de armas nos Estados Unidos, faltando agora a votação da Câmara baixa.

Andrew Cuomo, governador democrata de Nova Iorque, elogiou a votação do Senado.

Estas medidas surgem depois de 20 crianças e seis adultos terem sido mortos por um jovem com uma espingarda semiautomática, em Newtown.

O projeto de lei apoiado por Obama que visa proibir a venda, fabrico e importação de uma centena de modelos de armas de assalto, enfrenta a forte oposição da National Riffle Association, o poderoso lóbi da indústria de armas norte-americana.