Última hora

Em leitura:

Massacre na Universidade de Alepo


Síria

Massacre na Universidade de Alepo

Pelo menos 80 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas na sequência de duas explosões em Alepo, no norte da Síria.
 
A televisão estatal fala de um ataque terrorista contra a universidade da segunda maior cidade do país localizada numa zona controlada por forças fieis a Bashar Al-Assad.
 
De acordo com as últimas informações, as vítimas são estudantes e refugiados que procuraram abrigo no campus universitário de Alepo.
 
A origem da explosão é, ainda desconhecida. A oposição aponta o dedo ao regime e fala de um bombardeamento aéreo. Enquanto, uma fonte militar diz que a explosão foi causada por um míssil lançado pelos rebeldes que terá falhado o alvo.
 
Segundo os estudantes a explosão provocou estragos nas faculdades de Belas Artes e de Arquitetura.
 
O Observatório Sírio dos Direitos Humanos dá conta de uma outra explosão, alegadamente, provocada por uma viatura armadilhada.
 
Desde julho que opositores e forças do regime tentam assumir o controlo da cidade de Alepo.
 

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Mali: França vai triplicar o número de soldados