Última hora

Em leitura:

Nova Iorque aprova lei contra o uso de armas


EUA

Nova Iorque aprova lei contra o uso de armas

No mesmo dia em que mais duas pessoas foram mortas a tiro, no parque de uma escola, no Kentucky, Nova Iorque tornou-se no primeiro estado norte americano a aprovar uma nova legislação restritiva do uso de armas de fogo.

O texto proíbe as armas de assalto, restringe o número de munições permitidas e recomenda a pena de morte para quem mate a tiro.

Na defesa do documento, o deputado democrata, Thomas Abinanti apela ao fim da glorificação da violência. “Tudo o que ouvi aqui é que precisamos de ter estas armas para nos defendermos. Bom, não vamos ser invadidos por um exército”, afirmou.

A National Riffle Association (NRA), o mais poderoso grupo de defesa do uso de armas, lançou ao mesmo tempo uma aplicação no iPhone com um jogo para treinar com armas crianças a partir dos quatro anos.

Face à polémica suscitada pelo jogo, a idade para os utilizadores foi alterada para os 12 anos. A aplicação permite a escolha das armas, ensina a utilizá-las e dá acesso à rede de informações da NRA.

Após o massacre de Newton, Barack Obama lançou o debate a nível nacional sobre o controlo das armas e deverá anunciar novas medidas esta quarta-feira.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Islamitas radicais reivindicam rapto de seis pessoas