Última hora

Última hora

Conflito no Mali provoca vaga de refugiados nos países vizinhos

Em leitura:

Conflito no Mali provoca vaga de refugiados nos países vizinhos

Tamanho do texto Aa Aa

A Cruz Vermelha Internacional lança o alerta para o risco de uma crise humanitária no norte do Mali, num momento em que mais de 400 mil pessoas procuraram refúgio nos países vizinhos.

A ONU afirma ter ativado um plano de contigência para lidar com uma situação que se agravou desde o início da ofensiva francesa.

A Mauritânia acolhe o maior número de refugiados, cerca de 54 mil pessoas, quando o conflito ameaça desestabilizar igualmente o país.

A oposição política mauritana, que acusa o Mali e a Argélia de terem empurrado os grupos islamitas para o seu território nacional, opõe-se à participação do exército do país na ofensiva do outro lado da fronteira.

O responsável da oposição, Ahmed Ould Daddah, afirma, “rejeitamos o princípio, a forma e o conteúdo pois esta guerra não tem qualquer sentido e ameaça desestabilizar o nosso país”.

A oposição mauritana defende o regresso às negociações para procurar um entendimento entre os grupos islamitas e o governo de Bamako.

A Nigéria, assim como a maioria dos países vizinhos já se afirmaram prontos a mobilizar soldados para uma força africana de cerca de três mil e trezentos homens que deverá ser enviada para o terreno.

Em paralelo, as organizações humanitárias apelaram à ONU para enviar urgentemente observadores internacionais para o terreno depois dos combates terem interrompido a assistência às populações locais.