Última hora

Última hora

França reforça presença militar no Mali

Em leitura:

França reforça presença militar no Mali

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro francês da Defesa, Jean-Yves Le Drian, anunciou que 1.400 militares franceses participam atualmente nas operações contra os islamitas rebeldes no Mali.

A França reforçou a presença militar naquele país com o envio de tropas suplementares e helicópteros de combate.

A França iniciou na sexta-feira uma operação militar no Mali com o objetivo declarado de expulsar os grupos islamitas armados que controlam o norte do país.

A progressão por terra iniciada ontem continua, e Le Drian negou entretanto a existência de combates « corpo a corpo » em Diabali, referidos pela comunicação social.

Segundo um porta-voz do ministério da defesa francês, registam-se atualmente confrontos nos arredores da localidade, mas não no seu interior.

Entretanto os raides aéreos no norte do país, dominado pelos rebeldes prosseguem ao mesmo tempo que helicópteros do tipo Gazelle e Tigre foram mobilizados para aquele país.

Dioncunda Traore, o presidente interino do Mali, deslocou-se à base militar francesa de Bamako para agradecer aos soldados o esforça e a ajuda para desalojar os rebeldes.

Segundo um oficial francês, a visita de Traore teve um impacto muito positivo nos soldados.