Última hora

Última hora

Holandês Jeroen Dijsselbloem é candidato a "Sr. Euro"

Em leitura:

Holandês Jeroen Dijsselbloem é candidato a "Sr. Euro"

Tamanho do texto Aa Aa

Um político jovem e desconhecido é o principal candidato a “Senhor Euro”, como é conhecido Jean-Claude Juncker, que vai deixar oito anos de liderança do Eurogrupo, que reúne os 17 países da moeda única.

Jeroen Dijsselbloem, ministro das Finanças da Holanda, terá que provar o seu valor, refere um analista do Centro de Política Europeia.

“Não sabemos muito sobre ele, é um recém-chegado à cena política europeia. Obviamente terá uma boa linhagem e pertence ao recentemente eleito governo da Holanda, que é pró-europeu, mas não se sabe muito mais do que isso”, disse Fabian Zuleeg à euronews.

Descrito na Holanda como conciliador, reformista, mas implacável no controlo orçamental, o ministro holandês aceitou explicar aos homólogos porque quer o cargo.

“O meu colega francês pediu que fizesse uma apresentação na reunião, segunda-feira, do Eurogrupo e estou muito contente em fazê-lo. Penso que é um pedido muito razoável do colega francês, que vou aceitar”, disse o candidato.

Jeroen Dijsselbloem, tem o apoio da Alemanha, peso-pesado do Eurogrupo, já que a Holanda é um dos quatro países com nota triplo A no seu risco de crédito e o governo de Amsterdão defende a austeridade.

Contudo, sendo um governante de centro-esquerda, deverá obter o apoio da presidência da França, socialista.