Última hora

Última hora

PIB da China cresceu 7,8% em 2012

Em leitura:

PIB da China cresceu 7,8% em 2012

Tamanho do texto Aa Aa

A China registou em 2012 o crescimento mais baixo em 13 anos. Uma desaceleração que reflete os efeitos da fragilidade económica dos principais parceiros comerciais, a começar pela União Europeia.

As exportações contribuíram menos para o PIB chinês, mas os dados da produção industrial e das vendas a retalho superaram as previsões.

No conjunto do ano, o PIB cresceu 7,8%, acima da meta de 7,5% fixada pelo regime chinês, mas longe dos 10,4 registados em 2010 e dos 9,3% em 2011.

O regime fala de uma fase de estabilização.

Ma Jiantang, presidente do gabinete de estatística, recorda que “o desenvolvimento económico da China está a mudar, porque o crescimento económico tem sido muito elevado. As pessoas têm maiores exigências ambientais à medida que procuram cada vez mais uma vida melhor. Este tipo de mudanças não pode sustentar elevadas taxas de crescimento”.

No último trimestre do ano, a economia chinesa acelerou. Cresceu 7,9%, invertendo a tendência de queda que se mantinha há sete trimestres. É o resultado das medidas de estímulos. A China lançou um programa de investimento em infraestruturas e baixou duas vezes as taxas de juro.

Mas apesar do grande crescimento, a segunda maior economia do mundo viu aumentar o fosso entre ricos e pobres. Um dos grandes problemas das autoridades, que há dois anos não revelavam tais dados.