Última hora

Última hora

Tropas africanas chegam ao Mali para apoiar intervenção militar francesa

Em leitura:

Tropas africanas chegam ao Mali para apoiar intervenção militar francesa

Tamanho do texto Aa Aa

Tropas africanas começaram a chegar ao Mali para ajudar as forças locais e os militares franceses no combate aos rebeldes islâmicos que controlam o norte do país africano.

Apesar do consenso internacional em torno desta operação antiterrorista, a França é o único país não africano com militares no terreno. A chegada de soldados do Togo, Nigéria e Chade foi saudada pela França.

Um responsável do exército gaulês considerou que a chegada de reforços é “importante”, porque “mostra que a França não está sozinha” e demonstra o empenho da CEDEAO (Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental) e dos países africanos em “retirar o Mali” da situação que atravessa.

Os bombardeamentos e ações terrestres dos militares franceses e malianos já conseguiram travar o avanço dos rebeldes islâmicos, com ligações à Al-Qaeda, na região que divide o norte do sul do país.

As Nações Unidas aprovaram, em dezembro, o envio de uma força internacional para o Mali. Uma missão que está a ser antecipada pela intervenção francesa que têm atualmente 1400 militares no terreno e que prevê aumentar o contingente até 2500 soldados.