Última hora

Última hora

Escândalo de corrupção no PP embaraça governo espanhol

Em leitura:

Escândalo de corrupção no PP embaraça governo espanhol

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo tesoureiro do partido popular espanhol, Luis Barcenas, está no centro de um escândalo de comissões ocultas e possível desvio de fundos que abala o partido atualmente no governo.

Segundo o jornal espanhol El Mundo, Barcenas seria o responsável pelo pagamento de comissões ocultas a vários membros do partido, provenientes de empresários e homens de negócios.

Vários envelopes contendo até 15 mil euros em dinheiro foram distribuídos durante anos, alegadamente com o conhecimento do antigo presidente da formação e atual primeiro-ministro Mariano Rajoy.

A líder do PP, Maria Dolores de Cospedal, reagiu às acusações, afirmando, “este é um partido que defende a honestidade e a decência e onde quem comete um erro tem que pagar por ele”.

O escândalo aumenta de tom, dois dias depois da revelação de uma conta de Barcenas na Suíça com mais de 22 milhões de euros.

O líder da oposição socialista, Alfredo Pérez Rubalcaba, exigiu hoje que, “Mariano Rajoy se explique em público sobre as suas falhas de gestão, enquanto antigo presidente do PP”.

Cerca de um milhar de pessoas manifestou-se, esta noite, frente à sede do PP, em Madrid, para pedir a demissão de Mariano Rajoy.

O escândalo ocorre num momento em que a popularidade do governo se encontra em queda livre face ao aumento do desemprego e às medidas de austeridade.