Última hora

Última hora

Protestos na Turquia contra mísseis da NATO

Em leitura:

Protestos na Turquia contra mísseis da NATO

Tamanho do texto Aa Aa

A chegada de mísseis Patriot ao sul da Turquia é marcada por manifestações contra a colaboração entre Ancara e a NATO face a uma possível ameaça síria.

Dezenas de manifestantes envolveram-se em confrontos com a polícia em Incirlik, no sudeste do país.

O protesto ocorre num momento em que começam a chegar ao porto de Iskenderum as seis baterias de mísseis provenientes da Holanda, Alemanha e Estados Unidos.

Os manifestantes, convocados pelo partido comunista turco, protestam igualmente contra a mobilização dos mil soldados estrangeiros que vão operar o sistema anti-míssil.

O envio dos mísseis de interceção, no quadro da NATO, ocorre depois de Ancara ter solicitado a intervenção da Aliança Atlântica para reforçar as defesas anti-aéreas do país, na sequência da queda de vários mísseis, junto à fronteira com a Síria.