Última hora

Última hora

Charles Taylor volta a ser julgado em Haia

Em leitura:

Charles Taylor volta a ser julgado em Haia

Tamanho do texto Aa Aa

Em Haia, começou, esta terça-feira, a audiência de recurso da condenação do ex-presidente da Libéria, Charles Taylor.

O Tribunal Especial para a Serra Leoa tinha condenado Taylor a 50 anos de prisão por crimes contra a humanidade, cometidos durante a guerra civil da Serra Leoa.

A defesa recorreu desta sentença e o ministério Público pede agora uma pena agravada de 50 para 80 anos de prisão.

A acusação considera que a implicação de Taylor vai para além do que foi estimado e que o ex-presidente liberiano deverá ser reconhecido culpado de cometer diretamente os crimes ou de os ter comandado.

A guerra civil na Serra Leoa durou mais de uma década e matou 50 mil pessoas. O tribunal de como provado que Charles Taylor não ignorava o que se passava na Serra Leoa e ajudou os rebeldes, fornecendo-lhes armas em troca de dimantes.