Última hora

Última hora

Israelitas mostraram cartão amarelo à política de Netanyahu

Em leitura:

Israelitas mostraram cartão amarelo à política de Netanyahu

Tamanho do texto Aa Aa

Benjamin Netanyahu quase perdeu o comboio nesta eleição legislativa. Continua a comandar a máquina, mas vai ter que acrescentar-lhe carruagens de várias cores.

Os eleitores dispersaram o voto. E foi um novo partido de centro-esquerda que surpreendeu.

“Estou um pouco surpreendida, não esperava que Yair Lapid tivesse tantos votos. Estou surpreendida e, ao mesmo tempo, como dizer, frustrada porque pensei que Bennett teria mais votos”, afirma uma eleitora.

Yair Lapid é o homem que ensombrou a vitória de Netanyahu, líder do Yesh Atid, que alcançou 19 lugares no parlamento e que se tornou incontornável.

Outro eleitor considera: “É uma oportunidade para o governo para acabar com a influência, a enorme influência, dos partidos religiosos. O primeiro-ministro mostrou que não tem um mandato assim tão forte, mas que o povo ainda o quer como primeiro-ministro”.

“Com a ajuda de Deus, a esquerda e o Shas estão a ganhar força e a verdadeira mudança está a começar para o povo de Israel. É tempo de derrubar o capitalismo, e é tempo de ter habitação social e a preços razoáveis para todos”, defende um terceiro.

O primeiro-ministro centrou a campanha nas questões da segurança do Estado e nas relações externas. Com este voto, os israelitas mostraram que, para eles, a prioridade são os problemas económicos e sociais e a paz.