Última hora

Última hora

Sancionado mas reconduzido, Netanyahu começa a negociar a coligação de governo

Em leitura:

Sancionado mas reconduzido, Netanyahu começa a negociar a coligação de governo

Tamanho do texto Aa Aa

Sancionado mas reconduzido, o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, já começou as negociações, para formar uma coligação de governo viável. A aliança Likud-Israel Beitenu perdeu um quarto dos assentos mas continua maioritária, com 31 deputados.

Netanyahu propõe trabalhar com o Yesh Atid, a formação do ex-jornalista Yair Lapid, que surpreendeu tudo e todo ao alcançar o segundo lugar com 19 dos 120 assentos da Knesset.

O líder do partido centrista já fez saber que só participará num governo que se comprometa em relançar o processo de paz com a Palestina, suspenso desde setembro de 2010.

Para, David Ricci, professor de Ciências Políticas na Universidade de Jerusalém, isso não deve ser um grande problema: “Não penso que o Lapid vá causar problemas a Netanyahu em termos de política externa porque todos supomos que, de alguma forma, haverá uma abertura de negociações.”

Shelly Yachimovich, a líder dos trabalhistas, relegados para terceiro lugar, também se diz disposta a formar uma vasta aliança, desde que “não seja liderada por Netanyahu”.

Num país dividido entre 60 assentos para a esquerda e outros tantos para a direita, o primeiro-ministro já recebeu apoio dos ultraortodoxos do Shas e poderá estender a mão aos nacionalistas de Naftali Bennett.