Última hora

Última hora

Pentágono vai autorizar mulheres a servirem em combate

Em leitura:

Pentágono vai autorizar mulheres a servirem em combate

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos preparam-se para autorizar formalmente as mulheres a servirem em unidades de combate.

A decisão constitui uma nova mudança de relevo na filosofia do Pentágono, a poucas semanas do fim do mandato do secretário da Defesa, Leon Panetta.

Há um ano e meio, o Exército norte-americano aboliu a lei que obrigava os militares homossexuais a esconderem a orientação sexual, sob pena de serem excluídos.

Segundo um alto responsável da Defesa no anonimato, Panetta anunciará esta quinta-feira o fim da regra instituída em 1994, que proibia as mulheres de servirem em combate.

Ainda assim, em conflitos como o Iraque ou o Afeganistão, sem uma verdadeira frente de combate, registaram-se 144 mortes entre o contingente feminino do Exército norte-americano.