Última hora

Última hora

França: Desemprego estabilizou em dezembro

Em leitura:

França: Desemprego estabilizou em dezembro

Tamanho do texto Aa Aa

Em França, o desemprego estabilizou em dezembro, após 19 meses consecutivos de subida.

No mês passado, o ministério do Trabalho registou mais 300 desempregados, fazendo aumentar o total para 3 132 900 pessoas sem qualquer atividade. Mas os números representam uma subida de 10% face ao final de 2011. Só no ano passado registaram-se 285 mil novos desempregados.

Em novembro, a taxa de desemprego era de 10,3%, o máximo de 15 anos. Entre os jovens atingia os 23,7%.

Mathieu Plane, do Observatório económico francês, garante: “As principais razões para o aumento do desemprego em França são conjunturais. O crescimento é muito fraco para fomentar a criação de emprego. Estamos longe do patamar que permitiria inverter a curva do desemprego, ou seja, o ponto que permitiria criar empregos suficientes para absorver a nova população ativa e fazer baixar o desemprego”.

Desde que tomou posse, o presidente François Hollande assiste a uma vaga de despedimentos. O governo anunciou uma série de medidas para fazer face ao problema, mas garante que é uma luta a longo prazo.

Segundo os economistas, para reduzir o desemprego, a economia francesa deveria crescer entre 1,5% e 2%. Mas de acordo com o Fundo Monetário Internacional, a França deverá crescer 0,3% este ano.

Giovanni Magi, o nosso correspondente em Paris, explica: “a defesa do emprego é a grande prioridade do governo, mas tudo indica que, mesmo se a política governativa se revelar eficaz, a saída do túnel da crise económica não será para breve”.