Última hora

Última hora

Super Bowl: Mais que um duelo de irmãos

Em leitura:

Super Bowl: Mais que um duelo de irmãos

Tamanho do texto Aa Aa

A pouco mais de uma semana do Super Bowl o desafio entre Baltimore Ravens e San Francisco 49’ers concentra todas as atenções nos Estados Unidos.

Um duelo com a aliciante extra de contar com dois irmãos em lados diferentes da barricada, e logo como treinadores principais. Para John Harbaugh, o de Baltimore, a questão familiar passa ao lado do jogo:
“Todos temos um trabalho a fazer. O Jim também tem um trabalho a fazer. Os treinadores dele, os meus… todos estaremos concentrados em trabalhar o melhor possível.”

Os Ravens procuram repetir o triunfo de 2001, o único que consta no seu palmarés. Então Ray Lewis foi o melhor jogador em campo, agora, à beira da reforma, pretende despedir-se em beleza: “Será um grande dia. Ponto. Independentemente do que acontecer. É assim que eu o encaro. Nunca me preocupei por este ser o meu último jogo. Nunca. A minha preocupação é ajudar os meus companheiros de equipa a concentrarem-se no troféu.”

A tarefa não se afigura fácil. Pela frente encontrarão um gigante adormecido que persegue o sexto título. O primeiro desde 1994… ainda os Ravens não tinham sido criados.