Última hora

Última hora

Zeman parte favorito para as presidenciais

Em leitura:

Zeman parte favorito para as presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

O ex-primeiro-ministro social-democrata Milos Zeman e o diplomata europeísta Karel Schwarzenberg são os principais rivais nas eleições desta sexta-feira e sábado para a presidência da República Tcheca.

Zeman, que perdeu a eleição há dez anos, tem agora boas possibiiddes de conquistar o cargo, com 55% das intenções de votos, mas a campanha foi pouco limpa.

“Esta é a primeira eleição presidencial que será feita por voto direto, então tudo é novo. É por isso que a campanha acabou por ser um pouco sujo.”

Apoiantes de Zeman e do presidente Klaus criticaram Schwarzenberg e acusaram a esposa de simpatizar com o nazismo.

A corrupção foi um dos grande temas de campnha depois da amnistia decretada pelo Presidente demissionário Václav Klaus no passado dia 1 de janeiro pretende limpar a imagem do país

A medida é controversa porque, entre os cerca de sete mil detidos amnistiados, estão os responsáveis pelos factos de corrupção que remontam à época das privatizações na década de 1990.