Última hora

Última hora

Chuvas da morte em Moçambique

Em leitura:

Chuvas da morte em Moçambique

Tamanho do texto Aa Aa

As terríveis cheias que se fazem sentir nas regiões de Chókwè e Xai-Xai em Moçambique já provocaram pelo menos 36 mortos e 86 mil deslocados. A informação foi avançada pelas Nações Unidas.

A ONU lançou um apelo para a doação de fundos. São precisos pelo menos 11 milhões de euros para levar a cabo operações humanitárias.

As fortes chuvas que se fizeram sentir – mais do que a média dos três primeiros meses do ano juntos – fizeram transbordar o rio Limpopo.

O desespero toma conta de muitas pessoas. “Não temos alimentação nem temos nenhum apoio, nem nenhuma tenda. Estamos a dormir ao relento. E assim nós estamos a apelar, pedir ao povo alimentação, as tendas”, diz um desalojado.

As autoridades esperam uma acalmia no estado do tempo mas mantém-se vigilantes.