Última hora

Última hora

Caso Icesave: Islândia não vai ter que reembolsar Holanda e Reino Unido

Em leitura:

Caso Icesave: Islândia não vai ter que reembolsar Holanda e Reino Unido

Tamanho do texto Aa Aa

A Islândia inesperadamente venceu a batalha legal e não vai ser obrigada a pagar parte dos depósitos do Icesave no Reino Unido e na Holanda.

O Tribunal da Associação Europeia de Livre-Comércio (EFTA) rejeitou os pedidos dos dois países queriam que Reykjavík reembolsasse os depositantes estrangeiros deste banco que faliu.

Uma decisão, que para a chefe do governo islandês, vai ser importante para a economia do país. Johanna Sigurdardottir considera que “é bastante claro que este julgamento vai acrescentar força à reconstrução económica da Islândia. Possivelmente as agências de rating vão rever as avaliações. Isto terá uma influência positiva nos controlos de capital”.

Os juízes consideraram que a Islândia não violou as leis internacionais ao assegurar os depósitos dos clientes domésticos do Icesave, sem garantir os depósitos dos clientes do Reino Unido e da Holanda, sobretudo tendo em conta que o sistema financeiro do país entrou em colapso em 2008.

Com esta decisão, os quase 4 mil milhões de euros de compensações vão mesmo ser descontados dos cofres públicos da Holanda e do Reino Unido.