Última hora

Última hora

Mali: ofensiva militar "sem resistência" às portas de Tombuctu

Em leitura:

Mali: ofensiva militar "sem resistência" às portas de Tombuctu

Tamanho do texto Aa Aa

Duas semanas depois de iniciarem a ofensiva militar no Mali, as tropas franco-malinesas retomaram o controlo sobre a cidade de Gao, no nordeste do país.

Apoiados pelos helicópteros e caças da força aérea francesa, os militares afirmam não ter encontrado resistência durante o ataque, num momento em que os grupos armados que controlavam a cidade poderão estar a reagrupar-se mais a norte no país.

A ofensiva prossegue esta segunda-feira em Tombuctu, onde os militares afirmam controlar o aeroporto, e os acessos à cidade.

Face à falta de resistência por parte dos grupos armados, fontes no terreno afirmam que os islamitas poderão estar a reagrupar-se na cidade de Kidal, no norte do país.

O avanço acelerado das forças francesas ocorre num momento em que, 1900 tropas africanas participam na operação, longe das 5000 prometidas pela União Africana.

Uma conferência internacional de doadores realiza-se amanhã na Etiópia, quando vários analistas temem que os grupos armados estejam a preparar uma estratégia de guerrilha para responder à ofensiva militar.