Última hora

Última hora

Bélgica: Trabalhadores siderúrgicos mantém pressão sobre Arcelor Mittal

Em leitura:

Bélgica: Trabalhadores siderúrgicos mantém pressão sobre Arcelor Mittal

Tamanho do texto Aa Aa

Após vários dias de paralisação, os trabalhadores da Arcelor Mittal, em Liège, na Bélgica, decidiram retomar o trabalho esta quarta-feira, mas manter a pressão sobre o gigante indiano do aço.

A Arcelor Mittal anunciou o encerramento de uma parte da unidade siderúrgica de Liège. Em causa estão 1300 postos de trabalho.

Os trabalhadores prometem não baixar os braços.

“Tendo em conta o que se passa, estes acontecimentos, isto é um drama social e é um dever para nós todos estarmos amanhã em Namur”.

A Mittal enterrou-nos. Não sabemos o que fazer. A Arcelor Mittal cavou-nos a sepultura e a Mittal também está lá dentro”.

Para esta terça-feira está prevista uma grande manifestação frente à sede do governo da Valónia, em Namur e estão também previstas ações no Luxemburgo e junto do Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

O governo regional garante que está à procura de outro grupo que retome a atividade, mas a Arcelor não quer vender nem mesmo às autoridades.

A restruturação da siderurgia em Liège é mais um duro golpe para a economia belga.