Última hora

Última hora

Merkel convida Morsi a dialogar com a oposição egípcia

Em leitura:

Merkel convida Morsi a dialogar com a oposição egípcia

Tamanho do texto Aa Aa

Em Berlim, Mohamed Morsi ouviu a chanceler alemã, Angela Merkel, convidá-lo ao diálogo com a oposição egípcia, que reclama a formação de um governo de união nacional.

“Deixei claro que, para nós, há várias coisas que são importantes. Uma delas é que estamos sempre abertos ao diálogo com todas as forças políticas do Egito, que as diferentes forças políticas devem dar a sua contribuição e que os direitos humanos devem ser um dado adquirido, no Egito”, explicou a chanceler alemã, durante a conferência de imprensa.

O presidente egípcio tentou tranquilizá-la: Aspiramos a um Estado moderno. Um Estado civil, não militar nem teocrático. Um Estado civil e de direito, no qual possamos partilhar opiniões de forma democrática.”

Morsi recebido em Berlim, esta quarta-feira, mas anulou a passagem prevista por Paris, para regressar, no próprio dia, ao Cairo, onde mais duas pessoas foram mortas numa nova vaga de violência, que, numa semana, já fez mais de 50 vítimas mortais.

O encontro entre Mohamed Morsi e Angela merkel foi a ocasião para os ativistas da Amnistia Internacional se manifestarem, em frente à chancelaria.

Apelam ao fim da violência e ao respeito dos direitos humanos, no Egito, dois anos depois de a Revolução Árabe ter deposto Hosni Mubarak.