Última hora

Última hora

Recessão acentua-se em Espanha

Em leitura:

Recessão acentua-se em Espanha

Tamanho do texto Aa Aa

Espanha afundou-se na recessão no final de 2012. O ritmo da contração económica acelerou-se no quarto trimestre e revela-se superior às estimativas do Banco de Espanha.

No quarto trimestre, sobre efeito das medidas de austeridade, da queda acentuada do consumo e da subida do desemprego, a economia espanhola caiu 0,7%. Trata-se do pior desempenho desde meados de 2009.

Espanha mergulhou de novo na recessão no final de 2011 e, segundo o gabinete espanhol de estatística, o PIB do país recuou 1,4% no ano passado.

A analista Fiona Cincotta considera os dados espanhóis importantes, por serem os primeiros números europeus do crescimento este ano. E adianta: “Há grandes expectativas para o ano e por isso os investidores estão atentos ao desempenho da Espanha. Estávamos à espera de uma contração, mas o nível foi surpreendente. Foi superior ao esperado”.

O cenário económico não deverá sofrer grandes alterações este ano. O governo espera uma contração de 0,5%, enquanto o Fundo Monetário Internacional, mais pessimista, avança com o valor de 1,5%.

A Espanha regista um número recorde de desempregados. São perto de seis milhões. A taxa está nos 26% e entre os jovens atinge os 55%.