Última hora

Última hora

Militares malianos chegam à cidade de Kidal

Em leitura:

Militares malianos chegam à cidade de Kidal

Tamanho do texto Aa Aa

Cada vez mais para norte é o caminho. Os militares malianos chegaram, esta quinta-feira, à cidade de Kidal, ainda nas mãos de dois grupos armados. Trata-se de uma pequena unidade de reconhecimento, que prepara o terreno para a chegada das restantes tropas.

Na véspera, os soldados franceses tinham tomado o controlo do aeroporto desta cidade do extremo nordeste do Mali.

Dioncoubda Traoré, o presidente do país, está, contudo, consciente de que a reconquista militar não é sinónimo de estabilização política: “O único grupo com o qual podemos equacionar negociações suscetíveis de chegarem a bom porto é o MNLA, com a condição que ele renuncie a todas as pretensões territoriais e que aceite uma integração definitiva no Mali. Quanto a Ansar Dine, penso que a única solução é que declarem solenemente quer renunciam à charia.”

Os dois grupos que controlam Kidal – o movimento autonomista tuaregue, MNLA, e movimento islâmico MIA – tinham pedido, na véspera, que os militares não entrassem na cidade antes de se alcançar uma solução política.