Última hora

Última hora

A surpresa vinda dos Estados Unidos

Em leitura:

A surpresa vinda dos Estados Unidos

Tamanho do texto Aa Aa

A economia norte-americana contraiu inesperadamente no final do ano passado. Os dados foram revelados quando decorria a reunião de política monetária da Reserva Federal (FED). O banco central dos Estados Unidos defende que se trata de uma “pausa temporária” do crescimento económico e que o programa de estímulos vai continuar, por agora.

Aparentemente para a economia espanhola chegou a hora de implementar mais estímulos, é o que diz o governo. Madrid vai aliviar as medidas de austeridade. Será que Espanha vai conseguir reerguer-se sem ajuda europeia? O setor privado na zona euro não está pedir empréstimos, de acordo com os últimos dados do Banco Central Europeu. Porquê? Discutimos o assunto com Jonathan ferro, da Bloomberg.