Última hora

Última hora

Em Pequim e Nova Deli o melhor era não respirar.

Em leitura:

Em Pequim e Nova Deli o melhor era não respirar.

Tamanho do texto Aa Aa

Irrespirável, é praticamente como está o ar em Pequim e Nova Deli. Consequência direta do desenvolvimento desenfreado das duas superpotências emergentes a oriente, a qualidade do ar nas capitais chinesa e indiana atinge frequentemente níveis considerados muito perigosos e mesmo críticos pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Janeiro é normalmente o mês em que o ar está mais degradado. A severidade da nuvem tóxica “depende inteiramente do nível de poluição gerado na cidade” que está a atingir valores “inacreditáveis”, explica um cientista ambiental, apontando as causas para o aumento dramático da poluição em Nova Deli: o número de viaturas está a “crescer muito rapidamente” ao que se junta a poluição das “fábricas”, da “indústria” e de “queimadas a céu aberto”.

A quantidade de partículas que podem penetrar fundo nos pulmões e provocar problemas respiratórios, cancro e outras patologias atingem regularmente valores 10 a 20 vezes superiores aos recomendados pela OMS.

Em Nova Deli e Pequim o melhor era não ter de respirar.