Última hora

Em leitura:

Execuções sumárias do exército maliano marcam visita de Hollande ao Mali


Mali

Execuções sumárias do exército maliano marcam visita de Hollande ao Mali

Limpar as pistas de aterragem para que o aeroporto de Tombuctu volte a entrar em serviço.

As operações de limpeza começaram esta sexta-feira depois do anúncio da visita do presidente francês François Hollande ao Mali.

Paris confirmou a visita do chefe de Estado ao país onde as forças gaulesas se encontram numa missão de apoio ao exército maliano contra os islamitas que controlavam o norte do país.

Hollande chega a Bamaco, a capital, este sábado onde se vai reunir com o homólogo maliano Dioncounda Traoré, seguindo depois para Tombuctu, no norte do país.

O chefe de Estado vai também aproveitar a viagem para se encontrar com as forças francesas no terreno há três semanas.

As forças franco malianas retomaram o controlo de Tombuctu, cidade inscrita no património mundial da Unesco na noite de domingo para segunda.

Na quarta-feira, soldados franceses retomaram o controlo do aeroporto de Kidal, cidade considerada como o último bastião dos islamitas.

A visita de François Hollande fica no entanto manchada pelas acusações da ONG Human Rights Watch segundo as quais o exército maliano tem levado a cabo execuções sumárias.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Explosão na sede da petrolífera estatal mexicana faz 32 mortos