Última hora

Última hora

Zona euro: Inflação recua e desemprego mantém-se estável

Em leitura:

Zona euro: Inflação recua e desemprego mantém-se estável

Tamanho do texto Aa Aa

A inflação na zona euro caiu mais do que previsto em janeiro. Segundo a primeira estimativa do Eurostat, a taxa recuou duas décimas para os 2%, o nível visado pelo Banco Central Europeu (BCE).

A energia foi mais uma vez quem mais contribuiu para a subida dos preços. Seguiu-se a alimentação, bebidas alcoólicas e tabaco.

Os números revelam ser os mais baixos desde novembro de 2010 e indicam que as empresas estão a travar a subida dos preços face à queda do consumo, quando o desemprego atinge valores recorde.

Em dezembro, também segundo o Eurostat, a taxa de desemprego na zona euro manteve-se nos 11,7%.

Em Portugal subiu duas décimas para os 16,5%, a terceira taxa mais elevada da zona euro, depois de Espanha e Grécia, onde o desemprego supera os 26%.