Última hora

Última hora

Mali: Hollande recebido em Tombuctu como herói nacional

Em leitura:

Mali: Hollande recebido em Tombuctu como herói nacional

Tamanho do texto Aa Aa

Três semanas após o início da intervenção militar no Mali, François Hollande pisou solo maliano. O chefe de Estado francês chegou este sábado de manhã a Sévaré, no centro do país, onde foi recebido pelo presidente interino Dioncounda Traoré e pelos chefes militares franceses e malianos.

Hollande teve ainda direito aos habituais cânticos tradicionais e a uma prenda original: um dromedário. O Presidente agradeceu e prometeu, em jeito de graça, “utilizá-lo como meio de transporte tanto quanto for possível.”

Seguiu-se a viagem para Tombuctu, principal bastião dos islamitas no norte do país antes do início da Operação Serval, e a visita às tropas gaulesas.

François Hollande afirmou estar orgulhoso do feito conseguido pelos seus militares. A visita foi também a ocasião para o homólogo maliano expressar a sua gratidão pelo trabalho efetuado nas últimas três semanas.

Um dos momentos altos da visita de algumas horas do chefe de Estado francês ao Mali foi a receção que lhe foi preparada pela população de Tombuctu.

Na Praça Sankoré, centenas de pessoas aclamaram aquele que consideram ser um herói nacional.
Um maliano que não quis perder a possibilidade de ver Hollande diz ter “orgulho” e pede a Deus que abençoe a França. “A França salvou o mundo inteiro, não apenas o Mali. François Hollande fez o que estava certo porque graças a ele somos de novo livres.”

Ainda em Tombuctu, o Presidente francês visitou a Grande Mesquita da cidade e a biblioteca que foi incendiada pelos islamitas antes de abandonarem a cidade, queimando preciosos manuscritos.

François Hollande viajou em seguida para a capital Bamako para uma reunião de trabalho com o homólogo maliano.