Última hora

Última hora

Barroso recorda falhas democráticas ao primeiro-ministro da Roménia

Em leitura:

Barroso recorda falhas democráticas ao primeiro-ministro da Roménia

Tamanho do texto Aa Aa

A Roménia ainda não cumpriu três das dez recomendações da UE sobre o estado de direito, de acordo com um relatório de supervisão, divulgado pela Comissão Europeia (CE), na semana passada.

Numa reunião, esta segunda-feira, com o chefe do Governo romeno; Bruxelas indicou as áreas sensíveis pela voz de José Manuel Barroso.

“Queremos ver mais progressos ao nível da independência do poder judicial e na nomeação de dois cargos de relevo. Estaremos, ainda, atentos aos políticos acusados de corrupção ou de falhas de integridade e que devem dar o exemplo, afastando-se do poder”, explicitou o presidente da CE.

Barroso refere-se a dois membros do Governo que estão sob investigação. No relatório, Bruxelas exigiu, ainda, garantias de liberdade de imprensa, que foram reiteradas pelo primeiro-ministro romeno.

“A liberdade de imprensa na Roménia, tal como no resto da Europa, vai ser respeitada e vai ser considerada como um valor fundamental”, disse Victor Ponta.

Mas Bruxelas ficará, sobretudo, atenta às nomeações, em breve, para os cargos de diretor nacional anti-corrupção e procurador-geral de justiça.