Última hora

Última hora

França prossegue ataques no Mali

Em leitura:

França prossegue ataques no Mali

Tamanho do texto Aa Aa

Aviões de guerra franceses voltaram a bombardear redutos islamitas no norte do Mali. Um ataque que aconteceu um dia depois do presidente francês ter visitado o país.

Em Saharan, cidade que viveu os últimos dez meses sob o domínio de um grupo com ligações à Al-Qaeda, os rebeldes terão desertado.

“Isso vai servir de lição para os terroristas, que não são realmente islamitas, são terroristas”, afirma um antigo DJ.

A operação Serval pôs fim ao controlo das cidades do norte do país por rebeldes que impuseram, através da violência, a aplicação da lei islâmica.

“Foram eles que trouxeram os cigarros, eram eles que os vendiam. Como é podem dizer-nos que segundo a religião os cigarros não fazem bem e depois trazem-nos para vender?”, questiona o dono de uma loja.

Há três semanas, França deslocou para o Mali 3.500 soldados, aviões de combate e veículos blindados. Vários países africanos integram a força de combate.