Última hora

Última hora

Pedófilo belga Marc Dutroux pede liberdade condicional

Em leitura:

Pedófilo belga Marc Dutroux pede liberdade condicional

Tamanho do texto Aa Aa

Um pedido para obter liberdade condicional com uso de pulseira eletrónica seria algo pouco digno de notícia ou protesto, não fosse o criminoso um dos mais famosos do mundo: o belga Marc Dutroux, condenado a prisão perpétua, em 2004.

O homem, agora com 56 anos, sequestrou e violou seis meninas, das quais quatro acabariam por morrer, entre 1995 e 1996.

O processo continua a causar comoção, sobretudo desde que a mulher de Dutroux (Michelle Martin), sua cúmplice, saiu em liberdade condicional, em Agosto passado, depois de cumprir 16 de 30 anos de pena de prisão.

Cerca de 50 mil euros foi quanto custou o dispositivo de segurança para a deslocação do preso, esta segunda-feira, ao Tribunal de Aplicação de Penas, em Bruxelas, de acordo com a imprensa belga. A decisão deverá ser divulgada dentro de duas semanas.

A correspondente da euronews em Bruxelas, Gulsum Alain, realça que “a Bélgica continua transtornada pelos desenvovimentos do caso Marc Dutroux, um dos piores da história judicial do país. Algumas famílias de vítimas questionam a eficácia do sistema e apresentaram uma queixa junto do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem”.