Última hora

Última hora

Funcionários europeus em greve contra cortes no orçamento

Em leitura:

Funcionários europeus em greve contra cortes no orçamento

Tamanho do texto Aa Aa

No dia de mais uma greve dos funcionários das instituições europeias, esta terça-feira; algumas dezenas manifestaram-se, em Bruxelas, para explicar que os cortes previstos no orçamento para os próximos sete anos vão levar à degradação dos serviço prestado.

“Temos sérias dificuldades recrutar pessoas competentes para a administração da União Europeia”, disse à euronews Renzo Carpentino, membro da Federação Europeia da Função Pública.

“Há uma obsessão com os salários, que não é o mais importante. O importante é ter uma ideia para o futuro da Europa e contribuir para essa ideia”, acrescentou sindicalista Luigia Dricot Daniele.

O orçamento plurianual da UE (2007-2014), a negociar esta semana numa cimeira, prevê cortes de pelo menos 1,5 mil milhões de euros para o sector administrativo.

Este já foi reformado em 2004 de forma a poupar 8 mil milhões de euros até 2020. Nessa data, o pessoal de serviço europeu deverá contar com menos 5% de funcionários.