Última hora

Última hora

Cimeira islâmica apela a uma solução negociada na Síria

Em leitura:

Cimeira islâmica apela a uma solução negociada na Síria

Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes de 57 nações islâmicas apelam a uma solução negociada no conflito sírio. A cimeira da Organização da Cooperação islâmica (OCI) foi organizada pelo Egito, país em convulsões político-sociais e no primeiro dia, marcado pelo assassinato de um líder da oposição tunisina, a cimeira foi dedicada em parte ao conflito sírio.

“Somos a favor de uma solução política que evite os riscos de uma divisão territorial e étnica, somos a favor de uma transição rápida e pacífica do poder. Devemos responder à exigência legítima do povo sírio”, afirma o ministro egípcio dos Negócios Estrangeiros, Mohammed Kamel Amr.

O conflito israelo-palestiniano é um tema incontornável. O negociador-chefe dos palestinianos mostra-se desapontado só com promessas.

“Na cimeira árabe tomámos a decisão de financiar a autoridade palestiniana com uma rede de segurança de 100 milhões de dólares mensais. Até hoje não vimos nada implementado”, desabafa Saeb Ereqat.

A cimeira prossegue esta quinta-feira.