Última hora

Última hora

Human Rights Watch denuncia escravidão em Sochi

Em leitura:

Human Rights Watch denuncia escravidão em Sochi

Tamanho do texto Aa Aa

Em Sochi continuam os preparativos para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, mas quem trabalha para tornar o sonho possível não podia estar mais distante dos ideiais do barão Pierre de Coubertin.

Um relatório da Human Rights Watch deu a conhecer as condições em que vivem os trabalhadores, praticamente sem folgas, com os documentos pessoais confiscados e frequentemente enganados quando troca a receber o parco salário.

Apesar de saltar à vista, o poder político continua a fazer vista grossa ao regime de escravidão em que vivem os trabalhadores.

Entre investimentos públicos e privados, os Jogos Olímpicos de Sochi deverão custar qualquer coisa como 37 mil milhões de euros, uma verba cinco vezes superior à estimativa inicial.