Última hora

Última hora

Egipcios nas ruas para a "sexta-feira da dignidade"

Em leitura:

Egipcios nas ruas para a "sexta-feira da dignidade"

Tamanho do texto Aa Aa

A chamada sexta-feira da dignidade levou milhares de pessoas às ruas do Egito. Uma manifestação convocada por 38 partidos da oposição contra o governo e a presidência, dominados pela irmandade muçulmana.

Os protestos acontecem dias depois de terem sido publicadas Fátuas, ordens religiosas, contra a vida de dois líderes da oposição e de outros episódios de brutalidade policial.

A oposição exige ao presidente
Mohamed Mursi e ao governo de tendência islâmica a concretização dos objetivos da revolução, ou seja, a criação de um governo de unidade nacional, alterações à constituição, redigida por uma comissão dominada por islamitas, e garantias da independência do poder judicial.