Última hora

Última hora

Reino Unido: escândalo de carne de cavalo pode remontar a Agosto de 2012

Em leitura:

Reino Unido: escândalo de carne de cavalo pode remontar a Agosto de 2012

Tamanho do texto Aa Aa

O escândalo da carne de cavalo descoberta no Reino Unido em lasanha supostamente de vaca pode remontar a Agosto de 2012.

Quem o diz é a Findus, que comercializa os produtos e que cita o fornecedor francês Comigel.

A marca sueca – que diz ter sido “vítima” tal como os consumidores – depositou em França uma queixa contra desconhecidos. As autoridades francesas anunciaram a abertura de um inquérito.

Guillaume Garot, responsável do governo para o setor agroalimentar, garante que em função das “conclusões”, serão “aplicadas sanções”.

A polémica surgiu pela primeira vez em Janeiro, quando foi descoberto cavalo em hambúrgueres vendidos no Reino Unido e na Irlanda, onde o consumo deste tipo de carne é tabu.

Uma britânica diz que “não se sabe de onde vieram os cavalos em questão, nem se morreram de causas naturais ou doença. Não se sabe nada”.

Outro consumidor diz que “se fosse suposto comer cavalo, seria vendido como tal pelos talhantes. Isto faz pensar que não existem controlos suficientes”.

As autoridades irlandesas chegaram a apontar o dedo a fornecedores polacos, suscitando a rejeição do governo de Varsóvia.

A francesa Comigel, que preparava as lasanhas incriminadas através de uma sucursal no Luxemburgo, disse que a carne de cavalo em questão veio da Roménia.