Última hora

Última hora

Tunísia: partido do presidente abandona coligação

Em leitura:

Tunísia: partido do presidente abandona coligação

Tamanho do texto Aa Aa

O partido laico do presidente Moncef Marzouki decidiu abandonar o governo em pleno tumulto político na Tunísia.

O Congresso para a República anunciou a retirada dos seus três ministros da coligação liderada pelos islamitas do Ennahda.

A formação de Marzouki exigia a substituição dos ministros dos Negócios Estrangeiros e da Justiça.

Um duro golpe para o executivo liderado por Hamadi Jebali, que enfrenta grande contestação popular desde o assassinato, na quarta-feira, do líder da oposição laica Chokri Belaid.

Seis mil apoiantes do Ennahda saíram ontem à rua na capital para demonstrar o apoio ao partido governante. A manifestação ficou no entanto muito aquém da mobilização popular, na véspera, por ocasião do funeral de Belaid.

Depois de apontar o dedo ao Ennahda, que negou responsabilidades, a viúva do opositor laico pediu ao governo proteção para a família.