Última hora

Última hora

Demissão do Papa levanta muitas questões

Em leitura:

Demissão do Papa levanta muitas questões

Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Bento XVI surpreendeu o mundo com o anúncio da sua demissão da liderança da Igreja Católica.

O motivo: a sua idade avançada e falta de forças para desempenhar o cargo. A saída será efectiva a 28 de Fevereiro.

“Depois de ter examinado repetidamente a minha consciência perante Deus, cheguei à conclusão de que as minhas forças, devido a uma idade avançada, não são capazes de um adequado exercício do ministério de Pedro”, disse o Santo Padre.

John Thavis, analista do Vaticano comenta: “Eu acho que ele sai da igreja com um monte de perguntas. A igreja não teve realmente uma situação de dois papas em muitos séculos. Obviamente que não vão ser realmente dois papas, um terá partido, mas para as pessoas não os esquecem, é dificil. O Papa está vivo e ele ainda vai ficar activo, vai talvez escrever, ou expressar-se.

Detro de 17 dias a Igreja Católica fica em estado de “Sé Vacante”. Bento XVI parte e começa a convocação do Conclave e a eleição do seu sucessor.

A questão imediata é saber quem ´vai suceder a actual Sumo Pontífice. Os Cardeais Peter Turkson, do Gana, e Marc Ouellet do Canadá, são dois dos candidatos que potencialmente estarão na lista para substituir o Santo Padre.

Bento XVI não participará no conclave para eleger o seu sucessor. Um novo Papa na Páscoa dia31 de Março é possível, pelo menos é esse o voto dos colaboradores mais próximos.