Última hora

Última hora

Goodyear: Trabalhadores contestam encerramento de fábrica em França

Em leitura:

Goodyear: Trabalhadores contestam encerramento de fábrica em França

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de trabalhadores da Goodyear e de outras empresas com planos de reestruturação entraram em escaramuças com a polícia francesa durante o protesto frente à sede do fabricante norte-americano de pneus perto de Paris. Contestam o plano de encerramento da fábrica em Amiens, no norte de França, onde trabalham quase 1200 pessoas.

Michael Wanen, membro do sindicato CGT, afirma: “Os números que a Goodyear nos deu são falsos. Foram manipulados para poderem fechar a fábrica, já que o grupo acaba de anunciar 700 milhões de dólares de lucros líquidos. A empresa não conhece a crise. Estamos numa situação em que as empresas se enriquecem e as únicas variantes de ajustamento encontradas são os empregados e os despedimentos”.

A Goodyear anunciou, no final de janeiro, que iria fechar a fábrica, após vários anos de negociações falhadas para reestruturar ou vender o local. O grupo diz perder 61 milhões de euros por ano.

É mais um dossiê difícil para o governo francês, que procura agora quem queira comprar a fábrica e salvar os empregos.

A Titan International, após o colapso das negociações para a compra da fábrica em 2011, deixou de estar interessada.